Proteja-se da Obra Atrasada!

Atualizado: 18 de nov. de 2021

A maioria dos aborrecimentos na hora de construir são frutos do atraso da construtora na entrega da obra. Para se proteger contra isso, preparamos algumas dicas.


Na maioria das vezes as obras vêm acompanhadas de muitas expectativas, pela família que quer um novo lar, pela empresa que precisa começar a funcionar, pelos amigos que querem ter um espaço de lazer, pelos investidores que querem aumentar o valor do patrimônio para colocar logo no mercado, etc.


Contudo, as expectativas podem acabar em dor de cabeça devido aos atrasos na entrega. Por isso, preparamos algumas dicas que vão te ajudar a evitar prejuízos no seu próximo investimento:


Não saia acreditando em tudo que lhe dizem. Principalmente se é sua primeira obra, você provavelmente não saberá o que pode e não pode, já a construtora está no mercado a anos e poderá induzir você a aceitar algo prejudicial, afinal, ela vai primeiro cuidar dos interesses dela para depois ver os seus. Buscar ajuda especializada é um caminho interessante, pois um advogado poderá explicar a você se o “contrato-padrão” pode lhe oferecer desvantagens ou se o motivo do atraso é plausível ou não.


Fazer um bom contrato é sempre uma recomendação de peso. Investir na contratação de um profissional especializado neste momento evita a maioria dos prejuízos do futuro. Muitas questões não estarão contempladas nos modelos da internet ou então, a minuta oferecida pela própria construtora pode ser muito genérica e até oferecer alguma desvantagem para você. Por isso, tire o tempo necessário para preparar com calma o contrato que ditará as regras do jogo.


Não pague à vista. Muitas pessoas no momento da contratação da construtora já possuem o valor total disponível e assim, adiantam todo o preço à vista. Isso pode ser muito arriscado, pois se qualquer coisa sair do planejado, não haverá uma moeda de troca com a construtora, afinal ela já recebeu todo o valor e pode não querer cooperar.


O ideal é programar os pagamentos conforme a conclusão das fases da obra, assim, caso atrase a entrega ou a execução não esteja a contento, você não precisará desembolsar mais dinheiro, além do que será interesse da construtora concluir logo para poder receber.


Fique atento aos sinais. Além de ser muito importante que você acompanhe pessoalmente o andamento do serviço (ou por meio de um profissional de sua confiança - engenheiro, arquiteto... que não seja funcionário da construtora), é também de extrema importância que você preste atenção nos sinais que a construtora pode lhe dar de que as coisas não vão bem e que o contrato pode ser que não seja cumprido.


Não é necessário que a situação esteja caótica para você tomar providências, se você já está vendo que os materiais utilizados na obra são inferiores ao combinado, se há menos funcionários do que o previsto, se está demorando mais que o planejado, acenda o sinal de alerta.


As vezes isso pode significar que a constritora está com problemas financeiros e que não conseguirá cumprir o contrato. Não deixe o tempo passar e ela sequer ter condições de lhe indenizar, aja antes.


Não fique esperando a situação se tornar insustentável para buscar informações sobre seus direitos, quanto mais tempo você demorar, mais prejuízos pode ter. Ao primeiro sinal de descumprimento do que foi acordado, consulte um especialista para que ele lhe mostre as opções que tem e o que deve fazer em cada caso.


Leia também: Que tal morar em um Shopping Center? ou Para que serve a Promessa de Compra e Venda de Imóvel?


Se ficou com alguma dúvida, clique aqui e conte-nos seu problema.

Você também pode receber nosso conteúdo por e-mail, inscrevendo-se aqui.

126 visualizações